Nada melhor que começar 2020 falando sobre planejamento! Por isso, reservamos o mês de Janeiro para debater o tema e claro, abrimos os eventos aqui do One trazendo essa pauta 😉

Na quinta-feira (23) recebemos no Café com Ideias uma das nossas Coworkers, Eliza Salvadori (Psicóloga e Coach) que abordou o assunto planejamento por uma perspectiva um pouco diferente, vamos saber um pouco mais?

Os números não mentem

Uma pesquisa realizada pelo Statistic Brain Research Institute mostrou que 50% das pessoas que traça metas no começo do ano, desistem já no primeiro mês, e porque isso acontece?

Muitas pessoas além não ter claro quais são seus objetivos, não sabem onde querem chegar e isso pode dificultar ainda mais o desempenho delas para alcança-los.

Por isso a primeira coisa a se fazer quando estamos planejando é ter CLAREZA!

O sucesso não é nada mais que várias coisas óbvias realizadas com consistência, por isso Eliza alerta,”Nunca subestime o óbvio”.

Um exemplo dinâmico é o próprio quebra cabeças: sem termos a imagem final dele, ou seja, visualizar claramente o que se deseja, teremos muito mais dificuldade de chegar ao resultado final, o que aumenta as chances de desistência no meio do caminho. Por isso, antes de mais nada, pergunte-se:

Onde eu estou? Para onde vou? Quais são meus principais obstáculos para atingir meus objetivos? Quais são os meus recursos?

Outra questão importante nessa primeira etapa é compreendermos nossa SEGUNDA CAMADA! E o que isso significa?

É importante que se entenda POR QUE aquilo é importante e O QUÊ aquilo vai te proporcionar. Isso vai te ajudar a se sentir ainda mais conectado com a sua meta criando muito mais propósito!

A definição do caminho é um tipo de preparação!

A pergunta aqui é COMO: como eu chego onde eu quero e o que eu preciso?

Primeiramente ao ter clareza, trabalhamos todos os nossos sonhos e expectativas, depois descobrimos como fazer! Entenda que um é complemento do outro: se você trabalha apenas o como, cria inúmeras dificuldades, já, se focar apenas no o quê, você não trilha um caminho possível e real.

Por isso, é muito importante seus objetivos estarem na mesma sintonia que os seus valores. Mas como assim valores?

Pois bem, Eliza explica que os valores são os nossos talentos, ou aquilo que temos de essência, eles são  os grandes influenciadores das nossas decisões. Os valores são aquelas coisas inegociáveis, e que mesmo que não tenhamos claro quais são, estão  sempre presentes nas nossas decisões e atitudes.

Ir contra esses valores faz com que exista uma grande chance de sabotamento, porque romper um valor dói e gasta muita energia.

Nesse sentido, nossos valores são construídos na infância e moldados ao longo da vida, o que não quer dizer que sejam imutáveis. Eles são baseados em crenças e tem uma hierarquia, por isso alguns tem menos ou mais influências sobre as nossas escolhas!

Os valores podem mudar no decorrer da vida, baseados nas nossas experiências e referências. É muito importante, portanto, buscar identificá-los e compreendê-los, afinal,nos torna ainda mais aptos a fazer escolhas mais assertivas e sermos mais felizes em nossas relações 🙂 

É aqui que está a grande jogada!

Nesse momento muita gente desiste.

Você tem clareza do que quer, sabe o porquê e como fazer, BASTA IR. A ação é o grande medo das pessoas, porque o desacerto é considerado erro e não aprendizado!

O nosso cérebro é programado para sentir prazer e fugir da dor, mas muito antes de buscar por aquilo que causa prazer, se algo no meio do caminho pode te amedrontar ou trazer algum tipo de sofrimento, o cérebro cria mecanismos de defesa (como a auto sabotagem, por exemplo) na tentativa de te proteger. Na teoria isso é lindo né? Mas se fugirmos de tudo o que nos amedronta, onde vamos chegar?

É muito mais sobre compreender a dor para conseguir enfrenta-la! Essa é a grande jogada. Aprender a olhar com mais atenção, respeito e carinho para as nossas dificuldades e trabalhar para melhora-las!

Nesse momento você precisa aceitar que você é o responsável pelo seu desempenho! São as suas escolhas e as suas ações que vão te laevar para perto ou para longe do seu objetivo final.

Aguenta firme!

Esse é o último passo. Você compreendeu, enfrentou, saiu da sua zona de conforto, tropeçou e com certeza aprendeu! Agora basta ser CONSISTENTE e continuar no foco, com certeza isso vai potencializar as chances de você CHEGAR NO SEU OBJETIVO.

Lembre-se, ter nossos objetivos alinhados aos nossos valores faz toda a diferença, revise suas metas e confira se elas realmente fazem sentido e te levam mas próximo de onde você quer chegar!

O autoconhecimento é a chave para fazer esse processo ainda mais gostoso de se trilhar!

Oi, eu sou a Milena Chaise!

Granduanda em Psicologia, sou a Host do One Coworking e aprendiz no mundo do Marketing Digital. Apaixonada por fotografia, adoro me aventurar na escrita e não posso me esquecer de um dos meus maiores xodós: empadinhas de palmito. Espero te ver bastante por aqui ;D