O tempo de isolamento mandou todo mundo para casa e revelou algo importante sobre os nossos negócios: mesmo na era digital, o interior ainda é muito dependente dos espaços físicos.

Home office forçado, começamos a perceber que é possível, para muitos negócios, não ter a tão famosa “porta para a rua”. Que, mais importante que logo na fachada é relacionamento com cliente, estar estrategicamente no mundo digital, compartilhar conhecimento de forma acessível para ser autoridade no assunto e investir em distribuir conteúdo de qualidade.

Quando não se pode mais passar na frente – a disputa pelos olhares na telinha revela que deveríamos ter dado mais atenção à era digital.

Maior do que a caída de ficha dos negócios, foi a do consumidor. Ele começou a perceber um triunfo gigantesco na palma da sua mão: o poder supremo da internet, onde é possível contratar tudo e todos, comprar de qualquer lugar e aprender qualquer coisa sem sair de casa.

Nesse novo cenário de muita descoberta, será necessário ressignificar o papel do escritório – que acabou virando custo não tão necessário – e aprender a lidar com esse novo mundo, onde os clientes tem o poder de encontrar qualquer um em dois cliques.

Escritório é caro. Se você põe na ponta do lápis, será que é um custo que vale a pena? Some ai: aluguel, condomínio, água, luz, internet, telefone, produto de limpeza, diarista, secretária, decoração (e, claro, reforma) – isso sem contar o estresse de ter que abrir no final do ano só pra não deixar fechado, ou a manutenção que isso dá todo mês.

Se você somar toda essa conta ao longo do ano, quanto você poderia ter investido em marketing, em capacitação ou em capital de giro?

O fato é que, para muitas profissões, não precisamos de “porta para a rua”. Eu sempre dou o exemplo de advogados: ninguém passa na porta de um e fala “nossa, que bom! Precisava mesmo de um advogado, vou entrar”.

 

 

Ok, mas se eu não tiver escritório, como vou atender meus clientes ou focar no trabalho com filhos ou animal de estimação em casa?

Ok, mas se eu não tiver escritório, como vou atender meus clientes ou focar no trabalho com filhos ou animal de estimação em casa?

Ai que entra essa questão da ressignificação – não só do escritório, mas de muitas coisas na vida nesse pós-isolamento. O que precisamos ter de verdade? O que é essencial para o seu negócio?

É preciso entender o escritório por uma nova perspectiva, por isso compartilho aqui algumas premissas que acredito serem importantes para essa nova era:

1. Eu preciso ter ACESSO a um escritório, não necessariamente TER um

Quando eu preciso focar e trabalhar, eu preciso ter para onde ir, uma referência. Quando eu tiver um cliente eu posso ter a opção de atendê-lo em um local profissional, mas sem precisar mantê-lo 365 dias no ano. É a mesma essência do Uber, pague quando usar. E isso é mais sustentável para todo mundo!

2. Eu preciso de um local onde eu possa interagir e conhecer novas pessoas, desestressar e despertar a criatividade

Eu percebo que o escritório deve ter um papel social. Como quem já viveu a realidade do home office por 2 anos, vejo que o escritório tem o poder de nos reconectar com a vida, com as pessoas – faz bem para a nossa alma, afinal, somos seres sociais, precisamos de pessoas.

Lembro como eu queria me jogar da janela depois de ficar 5 dias dentro de casa trabalhando.

A solidão bate forte para aqueles que trabalham em casa, e também para aqueles que tem um escritório onde ficam sozinhos o dia todo. Muitos empreendedores se sentem sós, pois não convivem com outros empresários que estão passando por situações parecidas e batalhando para crescer.

Empreender não precisa ser sozinho. E acredito que o escritório pode ter um papel importante na reconexão das pessoas com as outras e com elas mesmas, melhorando sua criatividade e aumentando sua rede de contados.

3. Escritório como investimento

Normalmente, ter um escritório é um custo. Mas se eu te dissesse que é possível reduzir quase 60% do seu custo hoje de escritório e ainda, usar esse dinheiro como investimento na sua carreira?

Sim, economia e impulso para a sua vida como empreendedor. É assim que eu enxergo os Coworkings como papel essencial nessa mudança de significado do que um escritório precisa ser para nós: refúgio e crescimento.

O Coworking é um escritório compartilhado: várias empresas pagam para ter ACESSO a ele. É um escritório de todo mundo, que você paga quando precisa usar. Ou seja, o escritório sai de custo FIXO para custo VARIÁVEL na sua empresa.

Você pode ter vários tipos de planos: usar todos os dias, algumas horas por semana, somente meio período ou só quando precisa atender um cliente. Uma estrutura completa – de ar condicionado a cafezinho – por um preço infinitamente mais barato quando comparado com um escritório comum, aliado a uma infinidade de benefícios.

Lá, você não tem só a galera da sua firma: são vários tipos de negócios que estão no mesmo local. Assim, você pode conhecer desde um novo amigo a possíveis clientes para a sua empresa, além de melhorar o seu marketing pessoal, conhecendo novas pessoas.

Quer saber mais? Clique aqui e confira os nossos serviços!

É aí que seu gasto com escritório vira investimento!

Realidade nos grandes centros como Nova York, São Paulo e Curitiba a mais de 10 anos, o Coworking finalmente chega ao interior, impulsionado pela pandemia que nos ensinou a ressignificar o trabalho e o escritório.

Em um momento de tantas mudanças, mais do que antes, vejo que esse é um caminho sem volta. As coisas não voltarão ao normal. Quando tudo isso acabar, seremos muito diferentes. Precisamos nos reinventar.

O trabalho e o escritório como conhecemos hoje precisará ser remodelado para acompanhar as mudanças no comportamento do consumidor. Sábios serão aqueles que tomarem as decisões importantes primeiro.

 

E aí, você estará preparado para o mundo pós-corona? Entenda as mudanças, reinvente-se.

 

Clique aqui e conheça o One Coworking em Pato Branco.

Oi, eu sou a Lívia Marostiga!

Apaixonada por marketing, colaboração e empreendedorismo, aqui no One Coworking conecto pessoas e negócios por meio de nossos planos, eventos e interações no cafézinho!